São Bento do Sapucaí

A história de São Bento do Sapucaí remonta a 1820, quando o padre Luís Justino Velho Columbreiro, vigário de Pindamonhangaba, acompanhado pelo Tenente José Pereira Alves e de Antônio Monteiro de Gouveia, benzeu, a pedido destes, uma área onde seria erguida uma capela, tendo o vasto terreno sido doado pelo citado Tenente e sua mulher, Ignez Leite de Toledo. 
A localidade ficava na serra da Mantiqueira, na divisa de São Paulo com Minas Gerais, no povoado mineiro de Sant?Ana do Sapucaí-Mirim. Nesse povoado, na capela Guarda Velha, uma imagem de São Bento aguardava a construção da igreja, para ser transferida, apesar de haver oposição do vigário de Pouso Alegre - MG, José Bento Leite mello, em relação à edificação da igreja. 
O povoado nascente, em homenagem ao Santo padroeiro e por ser cortado pelo rio Sapucaí-Mirim, ficou conhecido como Bento do Sapucaí-Mirim, simplificado,em 1876, para São Bento do Sapucaí. 
Sanadas as divergências, os moradores da região, em abaixo-assiando, pediram licença para levantar uma capela a São Bento. Construção, onde se encontra atualmente a igreja Matriz, foi iniciada em 16 de maio de 1853, sob a responsabilidade de uma comissão composta de vários residentes, e presidida pelo padre Pedro Nolasco César. 
Em 1967, devido às condições climáticas e geográficas, São Bento do Sapucaí foi oficialmente reconhecida como Estância Climática, pela Lei n.º 9700, de 26 de janeiro. 

Fonte: http://cidades.ibge.gov.br/

O que visitar:

Cachoeira do Toldi - Capelinha de Mosaicos - Arte com Arte / Artesanato de Velas - Arte no Quilombo - Ateliê Ditinho Joana - Ecoparque Pesca na Montanha - Matriz de São Bento - Monumento Natural Estadual da Pedra do Baú.

 
Cachoeira do Toldi
Cachoeira do Toldi

Localizada no meio da Serra do Baú, a atração é a mais alta da cidade, com uma queda de 20 metros. O visitante pode conferir toda a beleza e água cristalina da bela cachoeira. Além do contato com a natureza da região. Foto: Aniello de Vita - Expressão Studio

Capela de mosaicos
Capela de mosaicos

Localizada no centro da cidade, o visitante vai apreciar a decoração e arquitetura da atração que é revestida em mosaico confeccionado pelos artistas plásticos Ângelo Milani e Claudia Villar. Foto: Aniello de Vita - Expressão Studio

Pedra do Baú
Pedra do Baú

Point certo para a prática de esportes radicais. A atração é formada por três complexos rochosos: Baúzinho, Pedra do Baú e Ana Chata. Além do visual, o visitante pode praticar rapel, escalada, voo livre, escalaminhada, entre outros. Foto: Aniello de Vita - Expressão Studio

Cachoeira do Toldi
Cachoeira do Toldi

Localizada no meio da Serra do Baú, a atração é a mais alta da cidade, com uma queda de 20 metros. O visitante pode conferir toda a beleza e água cristalina da bela cachoeira. Além do contato com a natureza da região. Foto: Aniello de Vita - Expressão Studio

1/8

Calendário dos principais Eventos:

Ainda não disponível

 

Onde comer:

Ainda não disponível

 

Onde dormir:

Ainda não disponível

 

Vídeo:

Ainda não disponível

 

Revista:

Ainda não disponível

 

Parceiros locais:

Ainda não disponível