• Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - White Circle

© 2016 por SF Produções

Santo Antônio do Pinhal

O povoamento do alto da serra da Mantiqueira, na região do vale do Sapucaí-Mirim, iniciou-se no fim do século XVIII, pois constituía passagem obrigatória das penetrações para Minas Gerais. 
O desbravamento do lugar, deveu-se a Gaspar Vaz da Cunha, que no vale do Sapucaí estabeleceu fazenda de criação de gado. 
Outros nomes ligados ao povoamento foram Antônio Joaquim de Oliveira e Manoel José da Cruz, sendo que o primeiro, em 17 de junho de 1860, doou terras para o Patrimônio de Santo Antônio de Pádua, onde foi construída capela e passou a constituir ponto de atração dos moradores da região. 
No entanto, o povoado cresceu numa área litigiosa entre a Província de São Paulo e de Minas Gerais, onde força organizada em Pindamonhangaba acabou por queimar as instalações, expulsando os grandes mineiros da localidade, que passou a chamar-se Santo Antônio do Rancho Queimado. 
Santo Antônio do Pinhal foi elevado a Freguesia pela Lei Provincial n.º 2, de 23 de março de 1861, e anexado ao Município de São Bento do Sapucaí; a Distrito de Paz, em 1880, e anexando ao Município de Campos do Jordão, em dezembro de 1934. 
Em 1944 voltou a anexar-se a São Bento do Sapucaí, ganhando autonomia em fevereiro de 1959. 

Fonte: http://cidades.ibge.gov.br/

O que visitar:

Mirante Nossa Senhora Auxiliadora - Mirante do Cruzeiro - Pico Agudo - Histórias em Retalhos - Feirinha do Artesão - Eco Parque Jardim dos Pinhais - Cachoeira do Lageado.

 

Calendário dos principais Eventos:

Ainda não disponível

 

Onde comer:

Ainda não disponível

 

Onde dormir:

Ainda não disponível

 

Vídeo:

Ainda não disponível

 

Revista:

Ainda não disponível

 

Parceiros locais:

Ainda não disponível